fundo.jpg

Chocolates De Mendes é eleita startup do ano no Fórum Mundial de BioEconomia

logo_demendes.png

A empresa Chocolates De Mendes venceu o prêmio “Startup do Ano” no Fórum Mundial de BioEconomia, que aconteceu de 18 a 20 de outubro, em Belém, no Pará. O Comitê Consultivo do evento levou em consideração o impacto da companhia para a bioeconomia circular e para as mudanças climáticas.

 

A De Mendes surgiu em 2014 não apenas em meio às populações tradicionais da Amazônia, tais como indígenas, quilombolas, ribeirinhos, caboclos e agricultores familiares, mas em sintonia com os valores destes povos, que são parceiros e fornecedores de amêndoas de cacau e cupuaçu nativos para a fabricação de chocolates e cupulates.

 

"É essa riqueza de cultura, de conhecimento ancestral e de história que as nossas barras carregam e querem contar. A De Mendes tem um anseio e um sentimento de urgência para contribuir com a qualidade de vida das pessoas, a preservação da cultura e a identidade dos povos que vivem na Amazônia, assim como para manter a floresta em pé, crucial para o equilíbrio climático do nosso planeta”, afirma o chocolatier César De Mendes.

 

A empresa aproveita as oportunidades trazidas pelas novas tecnologias para garantir o impacto positivo e o bem-estar das comunidades locais, a conservação da floresta amazônica, além de estabelecer novos códigos alinhados com a agenda ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa).

 

Investida pela Empresa CBKK (Celo de Bonstato Kaj Konservado), que promove ações transformadoras e disruptivas a serviço das futuras gerações, a Chocolates De Mendes inova ao oferecer ao consumidor um dia de neutralização de suas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) por barra comprada. O cliente também pode acompanhar fotos de todos os passos da cadeia produtiva pelo sistema de rastreabilidade em blockchain, disponíveis por meio de um código QR na embalagem dos produtos.

 

“O prêmio é um importante reconhecimento que mostra que os pequenos negócios amazônicos, quando seriamente apoiados, podem ultrapassar as barreiras regionais e acessar o mercado mundial”, declarou Marcello Brito, CEO da CBKK.

wcbef-2021-start-up-of-the-year_edited.png

Mais informações:

Carol Almirón - Comunicação Chocolates De Mendes

carolalmiron@gmail.com / +55 11 999081150

www.demendes.com.br

@chocolatesdemendes